ATENÇÃO

* As opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores e não refletem, necessariamente, a opinião do websistemaderadios

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Mais de meio milhão de pessoas se entregaram a Jesus no Paquistão em 2018 O número foi relatado pelo evangelista Chris Mikkelson, que prega o Evangelho em algumas das nações mais difíceis e perigosas do planeta

Chris Mikkelson e sua esposa Amanda em uma de suas cruzadas no Oriente Médio. (Foto: Ministério Chris Mikkelson)
Chris Mikkelson e sua esposa Amanda em uma de suas cruzadas no Oriente Médio. (Foto: Ministério Chris Mikkelson)
Chris Mikkelson é um dos mais atuantes pregadores da atualidade, cujos sermões são claramente marcados com a presença, poder e autoridade de Deus, pelos quais multidões são salvas, curadas e libertas. Seu campo missionário é o Oriente Médio, onde só no Paquistão teve mais de 500 mil pessoas que entregaram suas vidas a Cristo em 2018.
O Ministério de Mikkelson é marcado por milagres de cura e libertação, que confirmam a mensagem do evangelho que ele prega.Depois de fazer parte do Ministério de Daniel Kolenda, por quem foi treinado, Mikkelson começou a viajar para a Índia, Sri Lanka, Paquistão com grandes cruzadas. No início, o ajuntamento era de cerca de 5000 pessoas, que foi crescendo rapidamente.
“Em 2017, uma grande porta se abriu para o Paquistão e para grandes cruzadas naquele país. “Vimos meio milhão de pessoas virem a Jesus Cristo para o receber como Senhor e Salvador no Paquistão em 2018”, relata.
Vida transformada
Em 2006, Mikkelson e a esposa Amanda tiveram uma virada radical em suas vidas, até então repletas de festas e viagens, tendo Mikkelson chegado ao tráfico de drogas. “Eu estava vivendo um estilo de vida muito selvagem. Eu sabia tudo sobre Jesus porque cresci na igreja. Minha mãe continuava orando por mim porque eu estava perdido. Então, em 2006, a irmã da minha esposa foi salva e a convidou para ir à igreja com ela”.
Mikkelson conta que fazia parte de um enorme grupo de motoqueiros. “Nós simplesmente não nos importamos com a vida. Andávamos em alta velocidade pela estrada, apenas vivendo no momento, sem me importar com mais nada”, lembra. Mas a insistência da cunhada fez com que ele e a esposa fossem a igreja em um domingo.
Naquele culto, Mikkelson conta que ouviu o pastor convidando a todos para retornarem na quarta-feira, mas não foi essa a mensagem. “Por qualquer motivo, decidimos voltar. Eu sei que foi o Espírito Santo. Voltamos na noite de quarta-feira. E para nossa supressa, nós aparecemos no culto errado. Mas Deus tinha um plano em tudo isso”.
Aquele culto era para dependentes de drogas e álcool. Mikkelson conta que enquanto o pastor falava sobre o pecado, como drogas e álcool, que era o estilo de vida dele e da esposa, o Espírito Santo apenas começou a tocar seus corações.
“Eu senti que Deus tinha um plano melhor para mim; que eu não estava vivendo para o Senhor. Olhei para cima, Amanda chorava ao meu lado. Não havia necessidade de esperar até o culto. Nós decidimos que íamos começar a seguir Jesus. E isso foi realmente o começo”, conta.
Mikkelson conta que não se libertou da vida que levava imediatamente. Mesmo indo à igreja, continuava a beber e a fumar, ainda que menos. Mas não estava completamente convertido. Ele conta que um dia decidiu entregar-se a Cristo completamente. “E então eu apenas fiz uma oração dentro do carro. Deus eu quero segui-lo 100%. Essa foi a minha verdadeira oração de arrependimento”.
Mikkelson contou à esposa Amanda que só queria seguir Jesus. “Eu terminei com meu estilo de vida errado”, disse a ela, que respondeu: “Ok, eu quero fazer isso com você”.
Cruzadas evangelísticas
Após todos esses anos, Mikkelson hoje é um dos mais proeminentes evangelistas da atualidade. Ele realiza cruzadas evangelísticas, próximo ao Oriente Médio, que são frequentadas por centenas de milhares, onde muitos ouvem o evangelho pela primeira vez e recebem a salvação em Cristo.
Mikkelson conta que seu ministério começou por causa de seu desejo de falar de Jesus para as pessoas. “Nós apenas amamos a Jesus. E nós queríamos que todos soubessem sobre ele”.
Ele conta que não sabiam como pregar o evangelho. “Eu nunca tinha pregado antes. Eu não me via como orador público e não me via fazendo isso. Mas Deus tem um jeito engraçado de pegar coisas que são tolas no mundo e confundir os sábios com elas. E essa passou a ser a minha nova história de vida”.
Mikkelson conta que foi estudar no Cristo para as Nações, em Dallas. “Nós vendemos um monte de nossas coisas, incluindo a moto para pagar a escola. Nós apenas dissemos: ‘Deus, vamos, vamos apenas correr atrás de Jesus por alguns anos, aprender o máximo que pudermos sobre Ele’”.
Novos rumos
Os estudos em Dallas terminaram em 2009. “Eu me inscrevi para fazer parte da equipe de evangelismo. Eu queria aprender a compartilhar minha fé. Porque toda vez que eu tentava compartilhar minha fé, era um desastre. Eu tinha paixão, mas não tinha as ferramentas e não sabia o que fazer”.
Ele conta que em sua primeira experiência nas ruas estava muito nervoso, e não queria falar com ninguém. Mas depois daquela primeira noite de evangelização, pensou: “É tão simples, basta sair e orar pelas pessoas. Então o Espírito Santo falou comigo tão claramente sobre um homem. Ele me deu uma palavra profética sobre ele. Eu comecei a compartilhar essa palavra e ele começou a chorar sem parar”.
Aquela experiência de evangelismo fez Mikkelson se decidir pelo ministério. Ele conta que o homem recebeu Jesus como Salvador, arrependendo-se totalmente e voltando para o Senhor. “Depois disso, eu disse: ‘Deus, isso é tudo que eu quero fazer, eu só quero contar às pessoas sobre Jesus’”.
O começo do chamado evangelístico foi quando amigos de Mikkelson diziam para ele que Deus os mostrava pregando em lugares distantes para multidões. “Durante todo o resto da minha escola bíblica, toda vez que alguém orava por mim, eles começavam a profetizar sobre ministério como o de Reinhard Bonnke e as cruzadas e Daniel Kolenda”.
Mikkelson achava que era muito pequeno para ministérios grandiosos como daqueles evangelistas.
Mas o tempo determinado por Deus chegou. Um amigo fez um convite para que ele fizesse parte do Ministério de Kolenda. “Chris, acabei de receber um telefonema hoje de manhã de um amigo que é um evangelista, e ele precisa de um assistente pessoal, seu nome é Daniel Kolenda”.
Daniel Kolenda foi direto com Mikkelson. “Ouça, estou disposto a treiná-lo para ser um evangelista”.
“Foi a oportunidade mais incrível de poder crescer e aprender com os melhores do mundo”. Viajaram e trabalharam juntos por alguns anos, até receber a bênção para trabalhar em seu próprio ministério.
Kolenda disse: “Tome o que você aprendeu e lance suas próprias cruzadas”. Assim, em 2015, eu e minha esposa começamos nossa organização sem fins lucrativos.
FONTE:https://guiame.com.br

sábado, 8 de julho de 2017

Cantor gospel famoso troca esposa por menina de 20 anos

Veja nas fotos do novo casal como o ideal de família está se perdendo até mesmo no meio religioso. Pelo visto “o que Deus uniu” a tentação separa. Com três milhões de cópias vendidas em seus cinco CDs, e cerca de 15 a 20 shows por mês, ele deveria viver mais o que prega no altar sagrado.
O cantor gospel Wellington Camargo, irmão da dupla Zezé e Luciano, terminou o segundo casamento e está de namorada nova. Aos 46 anos, ele acaba de assumir um relacionamento sério com a estudante baiana Isla Uinna, de 20.
Wellington com a ex-mulher, 20 anos mais jovem
Cadeirante, Wellington foi casado por duas vezes, a última com sua assessora, Yara Costa, mãe do seu filho caçula, de 1 ano e 6 meses (ele tem quatro filhos).
Em 2001, Wellington sofreu um sequestro e ficou por 94 dias em cativeiro numa chácara em Goiás. Ele teve metade da orelha esquerda cortada pelos sequestradores e carregou por anos grandes traumas. Hoje, o cantor leva uma vida rica e tranquila em Goiânia. Das sequelas dos momentos de terror, só o medo de sair às ruas desprotegido.
Wellington com a atual namorada
“Tenho dois seguranças que me acompanham 24 horas e, quando vou fazer shows, contrato mais”, disse ele.
Wellington com Zezé e a cunhada, Graciele
Com três milhões de cópias vendidas em seus cinco CDs, Wellington faz cerca de 15 a 20 shows por mês. Além de cantor gospel, Wellington também ministra palestras motivacionais.
Jovem tem 20 anos e é estudante
As estatísticas de divórcio são assustadoras. Elas refletem falta de respeito, na sociedade moderna, pela vontade de Deus. A prevalência do divórcio entre as pessoas chamadas por Deus é ainda mais alarmante. Lembramo-nos tristemente que muitos que dizem servir a Deus não odeiam o que ele ardentemente detesta (Malaquias 2:16; Apocalipse 2:6).
Wellington Camargo é cantor gospel
Apesar dos esforços humanos para esquivar da vontade de Deus, podemos entender e seguir seu ensinamento sobre casamento, divórcio e novo casamento. Considere estes fatos fundamentais:
1. Deus fez o casamento para durar uma vida inteira. A vontade básica de Deus a respeito do casamento permanece inalterada desde o Éden. Jesus baseou seu ensinamento no princípio revelado em Gênesis 2:24 (Marcos 10:6-9). Paulo usou o mesmo princípio, claramente entendido em Romanos 7:2-3. Uma vez que o casamento dura somente até a morte (Mateus 22:30), as pessoas que enviúvam ficam livres para se casarem novamente (veja 1 Coríntios 7:39; 1 Timóteo 5:14).
2. O divórcio sempre envolve pecado. Em termos gerais, Deus proíbe o divórcio (1 Coríntios 7:10-11). Mesmo nos casos em que ele permite o divórcio e novo casamento (a ser examinado em breve), uma das pessoas pecou contra Deus e o companheiro. Onde o adultério não está envolvido, a decisão de divorciar é um ato de rebelião contra o Senhor. Aos olhos de Deus, não há tal coisa como divórcio “sem culpa.”
Mateus 19:9 inclui um elemento adicional: “Eu, porém, vos digo: Quem repudiar sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra, comete adultério.”

Bolsonaro já tem novo partido para concorrer à presidência

A insatisfação de Jair Bolsonaro com o PSC é fato público e notório. O deputado foi sondado por diversos partidos conhecidos mas optou por um partido novo onde ele será o principal cacique.
O Brasil pode ganhar em breve dois novos partidos: o Muda Brasil (MB) e o Igualdade (IDE). O pedido de registro dessas futuras agremiações já está em tramitação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso sejam aprovados, o país terá nas eleições do ano que vem um total de 37 legendas. Para isso, os dois partidos precisam estar registrados um ano antes das eleições, marcadas para outubro de 2018.
O MB é uma dissidência do PR, que pode ter como principal liderança o deputado federal Jair Bolsonaro e seus filhos Flávio Bolsonaro, deputado estadual pelo Rio de Janeiro, e Eduardo Bolsonaro, deputado federal pelo mesmo estado. Todos são filiados ao PSC. Caso o MB seja validado pelo TSE, Bolsonaro pode ser candidato a presidente em 2018 pela legenda.Três filhos de Bolsonaro deverão ser lançados pela sigla para as eleições do próximo ano. Dois deles, deverão disputar vagas na Câmara, enquanto Flávio Bolsonaro concorrerá a uma cadeira no Senado.
José Renato é ex-dirigente do Partido da República (PR). À Folha, o presidente do Muda Brasil reconheceu que tem proximidade com a família Bolsonaro. Nas eleições de 2014, ele trabalhou na prestação de contas do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSC).
fonte:https://afolhabrasil.com.br

Lula: Temer é inocente. Janot não tem provas


Antes Lula chamava Michel Temer de golpista. Agora que sua liberdade está com os dias contados decidiu partir para a defesa do mandato de Temer e Aécio. O que será que mudou?
O ex-presidente defendeu o Michel Temer e disse que o procurador-geral Rodrigo Janot precisa apresentar “provas” sobre a denúncia de corrupção passiva impetrada contra Michel Temer.
“Se o procurador-geral da República tem uma denúncia contra o presidente da República, ele primeiro precisa provar. Tem que ter provas materiais. Falo isso porque já cansei de ser achincalhado sem ninguém apresentar nenhuma prova. E eu sou achincalhado desde 1982 quando criei o PT”, comparou-se. “Quando alguém tem que fazer uma acusação,  a pessoa tem que mostrar provas materiais para a sociedade. Não adianta dizer que a pessoa cometeu um erro. Até agora Temer é inocente. O Janot não provou nada”.
Lula cobra provas no momento em que o juiz Sergio Moro analisa a sentença do caso do apartamento do Guarujá, que pode se tornar a sua primeira condenação. O ex-presidente concedeu entrevista à rádio Difusora do Acre.
Na mesma oportunidade ele disse que o Brasil deve um pedido de desculpas a ele. “O processo contra mim, parece que está visível que é a tentativa de me tornar inelegível para as eleições de 2018. Estou brigando, fazendo o meu papel. Eu já provei a minha inocência. Estou esperando agora que eles provem a minha culpa”, afirmou.
“Milhares páginas de jornais, artigos, todo o santo dia, na imprensa escrita, nos rádios. Como as pessoas vão pedir desculpas à sociedade brasileira. Eu sinceramente aguardo esse momento. Alguém vai ter que me pedir desculpa em algum momento. Por isso eu estou tranquilo”, garantiu Lula. “Que a operação Lava Jato continue fazendo o seu trabalho. Só tem que respeitar o Estado de direito”

Fonte:https://afolhabrasil.com.br

Lula é corrupto, afirma laudo da Polícia Federal

  
A casa caiu para o ex-presidente Lula. Laudo da Polícia Federal concluído hoje (07/07/2017) revela que de fato o sítio de Atibaia é de propriedade de Lula e quem maquiou a transferência desta “doação” foi a empreiteira “gente boa”.
Em 4 de março de 2016, seis peritos criminais a serviço da Operação Lava Jato, apoiados por investigadores da Polícia Federal, cumpriram um mandado de busca e apreensão no sítio em Atibaia onde a família Lula baixou todo fim de semana depois dos oito anos nos palácios de Brasília. Acompanhados por duas testemunhas e pelo caseiro Élcio Pereira Vieira, os especialistas haviam sido encarregados de “caracterizar a ocupação do Sítio e identificar seus principais frequentadores, além de responder aos quesitos formulados pela autoridade solicitante dos exames”.Tradução: os homens da lei estavam lá à procura de evidências materiais que ajudassem a esclarecer duas interrogações. Primeira: quem era o verdadeiro dono do sítio? Segunda: de onde veio o dinheiro que bancou a reforma do terreno de bom tamanho, complementada por instalações e benefícios milionários? Os fatos berram que tanto a compra como as obras foram patrocinadas por empreiteiras favorecidas pelo governo do chefão. Lula ainda insiste que os donos do lugar são Jonas Suassuna e Fernando Bittar, amigos do notório Lulinha, o Ronaldinho da informática.
Longo e minucioso, o laudo apresentado pelos peritos uma semana depois da inspeção confirma aos gritos que o sítio forma com o triplex do Guarujá a dupla de peças mais valiosas da Imobiliária Lula. A quantidade, a qualidade e a contundência das informações garantem ao documento calibre suficiente para pulverizar a discurseira mambembe dos advogados do ex-presidente. Servem de amostra as respostas, abaixo resumidas, suscitadas por quatro quesitos. Confira:
  1. Existem evidências materiais nas dependências do Sítio que possam identificar seus eventuais frequentadores?
Sim. (…) Foram identificados inúmeros objetos pessoais vinculados às pessoas de Luiz Inácio Lula da Silva e de sua esposa Marisa Letícia Lula da Silva. Esses objetos encontravam-se localizados, mormente, na Casa Principal, em especial, na Suíte 01. (…) Também foram localizados objetos pessoais vinculados aos seguranças da Presidência da República.
  1. É possível identificar evidências materiais no Sítio que possam indicar o uso do imóvel pelas pessoas de FERNANDO BITTAR ou JONAS LEITE SUASSUNA FILHO?
Não. (…) Não foi identificado qualquer objeto de uso pessoal que pudesse indicar o uso do imóvel por Jonas Leite Suassuna Filho e Fernando Bittar. A única referência ao Sr. Fernando Bittar são alguns croquis localizados no interior de uma pasta rosa, cuja destinatária era a Sra. Marisa Letícia Lula da Silva.
  1. Foram implementadas instalações ou realizadas quaisquer obras ou aprimoramentos no Sítio voltadas ao uso do ex-Presidente LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA e de sua família? Caso positivo, descrever.
Sim. (…) Foram identificadas inúmeras melhorias voltadas ao uso do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, tais como uma adega, construída para acomodar centenas de garrafas de bebidas, instalações de sistema de segurança em todo o Sítio, assim como o depósito utilizado para armazenamento de caixas diversas que (…) se relacionavam à mudança do ex-Presidente Lula.
Além dessas melhorias, foram identificados objetos utilizados para usufruto das instalações do Sítio, tais como o barco de fibra contendo a inscrição “LULA & MARISA”, bem como itens decorativos, a exemplo da mesa com o brasão “LM”. Ademais, foi localizada uma pasta rosa endereçada à ex-Primeira Dama, contendo documentos relacionados à reforma da cozinha e construção da Casa 01, indicando que a Sra. Marisa Letícia teve envolvimento com as adaptações realizadas no Sítio.
  1. Existem objetos pessoais pertencentes ao ex-Presidente LUIZ INACIO LULA DA SILVA e de sua família depositadas nas dependências do Sítio? Onde se encontram localizadas?
Sim. Além dos objetos pessoais localizados na Casa Principal, já mencionados, (…) foram identificados inúmeros objetos que podem ser vinculados, explicitamente ou não, ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua esposa. Adicionalmente aos objetos localizados na Casa Principal, também foram encontrados itens pessoais do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de sua esposa em outras dependências do Sítio, sobretudo no Espaço Gourmet, no Anexo da Casa Principal e no Depósito. Esses itens acham-se relacionados em extensa, mas não exaustiva, lista constante (…) do presente Laudo.
Volto para acrescentar que, mesmo depois do sumiço dos donos que se fantasiavam de hóspedes, os laranjas travestidos de proprietários rurais nunca deram as caras por lá. Bittar e Suassuna são os únicos sitiantes do mundo que jamais visitaram a terra que juram ter comprado. Merecem dividir a mesma cela.
Fonte:https://afolhabrasil.com.br

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Ministro rebate declarações falsas e diz que professores e estudantes são prioridade do MEC

Resultado de imagem para Ministro rebate declarações falsas e diz que professores e estudantes são prioridade do MEC
O ministro da Educação, Mendonça Filho, em pronunciamento gravado na tarde de terça-feira, 27, reforçou a importância dos professores na educação brasileira e rebateu acusações infundadas divulgadas em mídias sociais. Um site de procedência político-partidária faltou com a verdade ao atribuir a “burocratas do MEC” a afirmação de que os professores têm “regalias”.
“Essa é mais uma das inúmeras mentiras que já foram divulgadas, desde que assumimos a gestão do MEC, em maio”, afirmou o ministro. Ele citou as campanhas mentirosas em mídias sociais sobre o fim de programas como o Mais Educação e o Brasil Alfabetizado. Para o ministro, tais campanhas visam apenas a tumultuar e gerar pânico na população.
“A verdade prevalece. Nada disso aconteceu, muito pelo contrário. Programas como o ProUni [Programa Universidade para Todos], o Mais Educação e o Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] foram ampliados”, afirmou. Durante o pronunciamento, Mendonça Filho disse que as inverdades continuam, agora com falsas declarações atribuídas a ele e à equipe do MEC. “Isso é tudo mentira de uma rede manipulada por setores radicais vinculados a alguns partidos que estão insatisfeitos com as mudanças que estamos promovendo no Ministério da Educação e que levarão em consideração a valorização dos professores e o bem-estar dos alunos, crianças e jovens do Brasil”, declarou.
O ministro destacou o respeito que tem pelos professores e pediu à população que não dê ouvidos a esse tipo de contrapropaganda, disseminada por “aqueles que pouco fizeram pela educação no Brasil, apesar do grande volume de recursos liberados para a educação nos últimos anos”, disse. “Aos professores, o meu abraço fraterno. Conto com vocês para que possamos avançar com as crianças e jovens do Brasil.” 
Assessoria de Comunicação Social


FONTE:http://portal.mec.gov.br

Perseguidos: “Mataram meu pai só por que ele disse que era cristão” "Eles atiraram nele e em todos os outros que estavam no veículo”, relata Habib

   
Perseguidos: “Mataram meu pai só por que ele disse que era cristão”

O egípcio Mina Habib, de apenas 10 anos, raramente sai de casa nestes dias. Ele ainda está se recuperando após ter visto seu pai Adel ser assassinado por jihadistas do Estado Islâmico, em Minya. Em meados de maio, 29 cristãos coptas estavam indo para uma reunião de oração em um mosteiro quando foram atacados pelos extremistas muçulmanos.m entrevista à agencia Reuters, Habib contou que estava no ônibus que foi atacado e que seu pai foi obrigado a descer, junto com vários outros. Os homens mascarados perguntaram se eles queriam negar a Jesus e se converter ao Islã. Diante da negativa, começaram a executar um a um com tiros na cabeça.
“Nós vimos pessoas sendo mortas, simplesmente jogadas ao chão”, relata o menino, que hoje recebe apoio psicológico de uma igreja copta local. Seu irmão mais velho, Marco, conseguiu escapar com vida e visita regularmente o monastério para ler a Bíblia como forma de terapia.“Eles pediram que meu pai se identificasse. Depois, mandaram que ele recitasse a profissão de fé muçulmana. Ele se recusou, dizendo que era cristão. Eles atiraram nele e em todos os outros que estavam no veículo”, relata Habib sobre os últimos minutos de vida de Adel.
Ainda segundo o jovem, eram 15 homens armados e mascarados, que mataram várias crianças, sempre perguntando antes da execução se elas eram cristãs. Acrescentou que toda vez que os jihadistas atiravam em alguém, gritavam “Allah é grande” e comemoravam.
Hanaa Youssef, a mãe de Mina e Marco, conta que tem orgulho de seus filhos, mas diz que ela e os demais coptas da região sentem-se indefesos diante de tanta violência. Ressalta que o governo egípcio não tem tomado providencias para protegê-los e por isso temem novos ataques. “Meu marido visitava regularmente o monastério há mais de 25 anos e esse tipo de coisa nunca tinha acontecido por aqui”, relata.
O Estado Islâmico vem promovendo uma guerra contra os coptas egípcios, que são cerca de 10% da população.
Desde o final do ano passado, promoveram numerosos atentados nos últimos meses, tanto contra grupos quanto contra indivíduos, tendo deixado claro em vídeo divulgado na internet que seu objetivo é exterminar o cristianismo do país. (Gospel Prime)